quinta-feira, 11 de junho de 2009

Acabando com Pulgas e Carrapatos

Carrapatos e Pulgas

Deve-se tratar dos invasores de 2 formas: cuidando do seu animal e, principalmente dos ambientes em que ele vive.
O Brasil tem clima favorável a infestação: calor e umidade. Você observa que nas épocas mais quentes há maiores infestações desses bichinhos (sem contar no mosquito da leishmaniose). A utilização no animal de produtos eficazes e de longo período residual são fundamentais para se ter um bom controle. É muito importante que você saiba (e esse é o erro mais comum na hora de combatê-los) que 5 % dos carrapatos e pulgas estão no animal e 95 % estão no ambiente.
Existem duas espécies de carrapatos que mais acometem os cães:

1) O Amblyomma Cajennense – é chamado de carrapato marrom do cão (ou estrela) tem hábitos nídicolas, isto é de “ ficar em ninhos”. Não tem o hábito de tocaia , como de outras espécies, que ficam aguardando seu novo hospedeiro na ponta de capim ou da grama. Nossos esforços devem portanto se direcionar a esses ninhos, que são as frestas das casinhas dos cães, os muros ou qualquer lugar onde a fêmea repleta de ovos pode se esconder para desovar. Pois a fêmea, depois de fecundada e já repleta de sangue, após cair no solo sobe os muros a procura de abrigo para desovar. Muitas vezes conseguimos ver estas fêmeas “ andando “ pelos muros. Desta forma, podemos já determinar um dos erros mais comuns – a pessoa compra um bom produto para o ambiente e só lava o chão do canil... Enquanto as fêmeas e seus ovos estão seguras e tranqüilas em sues ninhos nos muros e na casa do cão. O chão não é o local de predileção desta espécie de carrapato. Outra dica em vista disso, é não utilizar para canis, muro chapiscado ou qualquer outro tipo que permita o abrigo destas fêmeas, escolha superfícies lisas para os muros que dificultam o abrigo destas fêmeas. Pulverize o produto indicado abaixo nos muros e nas paredes e telhado da casinha do cão (ou onde ele costuma dormir).
2) Rhipicephalus sanguinues(carrapato cinza ou grão de feijão):
Compreende os carrapatos nativos que parasitam os cães acidentalmente, pois seus hospedeiros naturais são animais silvestres. Portanto eles são encontrados em cães que vivem ou freqüentam áreas de mata ou áreas rurais e suburbanas.
Estes carrapatos possuem hábito de tocaia, ou seja, quando estão prontos para se alimentar vão para a ponta da vegetação com a finalidade de se fixar no hospedeiro. Nos terrenos baldios, em áreas com vegetação frequentadas por cavalos e parques de ambientes urbanos se encontram. É o principal vetor da Febre Maculosa, doença severa, altamente letal, causada pela bactéria Rickettsia rickettsii, já registrada nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Os cães também podem ser acometidos por essa bactéria. A principal forma de prevenção para estas espécies é evitar o livre acesso dos cães em ambientes com animais silvestres e áreas de pastagens de cavalos. Caso o proprietário more em ambiente urbano e leve o seu cão para passear em áreas rurais ou de mata, deve ser feita a aplicação de produto carrapaticida logo após a sua volta. Caso alguns espécimes consigam permanecer no cão, mesmo após o uso do carrapaticida, esses carrapatos não irão se estabelecer nesses ambientes, devido à falta de condições propícias para o seu desenvolvimento. Entretanto esses carrapatos podem se estabelecer e continuar o seu ciclo-de-vida em áreas restritas como ambientes com grama não-aparada ou mato. Portanto uma forma útil de evitar eventual presença de carrapatos é fazer sempre a manutenção e limpeza de áreas com jardins e gramíneas.



5 comentários:

Anônimo disse...

Completíssimo! Nossa eu tava cansada de tanto procurar p acabar. aki em casa tem carrapato até na gente. Vou testar e volto p dar minha opiniao
bjusss

Rafael Poeta disse...

Estou com uma amostra desse carrapato Grão de feijão aqui do meu lado. Não moramos em área rural nem levamos a nossa cachorra para áreas rurais, já passamos vários venenos e os carrapatos grao de feijão continuam... Complicado. Agora comprei uma coleira de 33 reais... vamos ver no que dá....

Anônimo disse...

Minha cachorrinha esta com carrapatos, e o meu quarto também empestou, já que ela dorme comigo. Não sei o que fazer, já usei dois tipos de venenos e eles não saem do meu quarto e nem dela, acho que estão na madeira da cama. O que eu faço pelo amor de Deus?

Anônimo disse...

tenho dois cães e ja tentei de tudo pra acabar com os carrapatos que habitam neles e na minha casa, moro na area rural e queria muito um jeito de acabar com essas pragas.

Anônimo disse...

Bom eu já passei por esse problema com carrapato , eu consegui vencer os carrapatos , eu vou compartilhar com vocês como eu consegui ... mais acho que vale só pra quem o animal não fica dentro de casa ...
Minhas cadelas estavam infestadas de carrapato e
eu não também não conseguia acabar com os carrapatos, enfim elas pegaram a doença do carrapato eu fiz o tratamento por causa da doença e eu mandei dar um banho normal nelas paguei cinco reais a mais pra eles tirarem os carrapatos ... E quando elas foram eu peguei comprei butox e lavei tudo as paredes ,as janelas, tudo que armazenava o carrapato e o chão com butox onde elas dormiam ... e lavei normal sem butox a caminha delas tudo que elas dormiam e quando voltaram do banho eu apliquei frotiline nelas ...
Depois disso elas nunca mais tiveram ...
eu passo frontiline em 5 em 5 meses ou quando começa aparecer eu passo e elas não tiveram mais depois disso ...
eu sei que não é certo mais eu divido uma pipeta ou seja o liquido que vem no frontiline eu aplico em minhas duas cadelas ..
assim funciona mesmo e não sai caro ...
mais quando vc for começar a fazer esse procedimento passe uma pipeta em cada animal para funcionar de imediato ...
faz 4 anos que faço isso e dá certo ...
e onde moro tem muito pombos que fica no muro tentando comer a ração dos meus cachorros ... e o pombo passa carrapato para os animais ..
e minhas cachorras mesmo assim não tem mais carrapato ...
espero que isso ajudem vocês pois me ajudou , não deixem que seus animais sofram ou até morram por causa do carrapato ...

Postar um comentário

 
Web Statistics